Seja um Advogado Empreendedor!

Atualizado: Set 8

Todo Advogado é Empreendedor, ou deveria ser, vamos falar sobre mentalidade criativa e adaptação a um novo cenário?





Estamos vivendo em um momento de evolução social: nova forma de pensar, nova força de trabalho, novas profissões, nova competição, novos modelos de negócios, novo estilo de vida, novas possibilidades, novas audiências, novos consumidores, novo marketing, novos empreendedores!


O fato é que essa é uma era de mudanças rápidas e muito difíceis de serem assimiladas tão prontamente. Com tantas mudanças, acabamos vivendo em um verdadeiro colapso tanto pessoal, quanto mercadológico. Precisamos mudar nossa habitual mentalidade, as “coisas” hoje funcionam de forma diferente.


O tão tradicional mundo jurídico tem percebido e seguido as mudanças tecnológicas que andam ocorrendo no mundo. Acompanhamos o “boom” de lawtechs ou também conhecidas como legaltechs no Brasil, que ganham mais espaço, dentro e fora da internet, em debates sobre o futuro da advocacia.


Assim como as fintechs – combinação de financial (finanças) e technology(tecnologia) – fizeram com o setor financeiro e bancário no Brasil, as lawtechs querem fazer (e estão fazendo!) com o mercado jurídico.


Seguindo as regras da OAB, o advogado pode e precisa aprender como captar clientes de forma ativa e precisa se posicionar como uma autoridade na profissão, gerando conteúdo qualificado, distribuído por meio de artigos e redes sociais.


Os escritórios de advocacia precisam ser vistos como empresas.


A tecnologia deve ser encarada como um presente para o advogado e para escritórios de advocacia que visam crescimento com qualidade.


O trabalho burocrático que demandava tempo está sendo substituído pela Inteligência Artificial, gerando segurança e agilidade. Possibilitando ao advogado exercer seu papel na essência: elaborar teses, traçar estratégias, visitar clientes e realizar reuniões.


E não esqueça: "As pessoas e profissionais sempre serão o que existe de melhor em cada escritório". Não acredito em substituições por máquinas, ou qualquer terrorismo relacionado com a presença da Inteligência Artificial em nossas vidas. Sempre nos adaptamos a tudo, nascemos para nos adaptar ao mundo.


O advogado precisa aprender sobre negócios e se posicionar como um empreendedor.

Precisam aprender a fazer gestão de pessoas, aprender sobre marketing digital, incorporar o espírito empreendedor e entender como ser mais produtivo.


O propósito do curso e mentoria Gestão Inovadora para Advogados, criado pela Caixa Amarela ajuda os advogados a assumir uma mentalidade empreendedora, competitiva e criativa.


Só por meio de uma gestão focada em inovação e empreendedorismo os escritórios serão capazes de garantir clientes satisfeitos, boa remuneração e destaque num mercado tão competitivo e saturado.


Caso queira conversar mais sobre esse assunto, fala comigo aqui.


Conheça mais sobre a Caixa Amarela em @negocios_inspiradores


#advogadoempreendedor #lawtech #legaltech #gestãoinovadoraparaadvogados

23 visualizações

© 2020 por Caixa Amarela.