Startups: tudo que você precisa saber!

Atualizado: Jan 28

É uma empresa? É um projeto? É um site? Tem que ser inovadora? Tem que usar a internet? Calma! A Caixa Amarela vai te ajudar!




Diariamente elas surgem como notícia e no meio empresarial as pessoas têm falado muito a respeito delas: as startups.

Há bastante espaço para discussão e interpretação do significado real do que é uma startup. Muitas pessoas dizem que qualquer pequena empresa em seu período inicial pode ser considerada uma startup. Outros defendem que uma startup é uma empresa com custos de manutenção muito baixos, mas que consegue crescer rapidamente e gerar lucros cada vez maiores. Há ainda quem diga que o “tio da padaria nova” é uma startup e uma franquia de lanches é uma empresa. 


Se desmembrando a palavra, chegamos ao ato de iniciar algo, então seria todo empreendimento um dia uma startup?


A resposta é: não! Existem algumas características que definem esse tipo de empresa que excluem negócios tradicionais. Elas são: modelo de negócio inovador, repetível e escalável e cenário de incertezas.


Startup é uma empresa jovem com um modelo de negócios repetível e escalável, em um cenário de incertezas e soluções a serem desenvolvidas. Embora não se limite apenas a negócios digitais, uma startup necessita de inovação para não ser considerada uma empresa de modelo tradicional.


Uma das características mais importantes de uma startup está em sua capacidade de ganhar escala rapidamente, serem exponenciais ou seja, de ter seus produtos utilizados por um número grande de pessoas em pouco tempo. Uma startup também costuma apresentar baixo esforço de replicação de seus produtos, isto é, custos de operação que cresçam proporcionalmente a taxas menores que sua receita, na medida em que a empresa ganha escala. Por essa razão, utilizam de forma intensiva a tecnologia, em especial as tecnologias da informação e a Internet.


Outra característica importante de uma startup é o ambiente de incerteza no qual ela está inserida. Em sua fase inicial, muitos elementos que compõe seu modelo de negócio estão ainda incertos e pouco definidos.


Startup e o empreendedorismo


Ter uma startup é uma aventura. Portanto, não é qualquer pessoa que está disposta a entrar nessa, é preciso ter espírito empreendedor. 


Por isso, se quiser abrir uma startup, esqueça a zona de conforto!


Abrir uma empresa já não costuma ser uma tarefa muito fácil. Se tratando de startups então, muito menos!


Essa é uma consequência de tanta novidade e inovação. Você precisa planejar, pesquisar, testar, pivotar, testar de novo, validar, organizar, estruturar, criar processos, documentar… Tudo isso é muito importante e dá muito trabalho.



Uma boa ideia não é o bastante!


Muitas pessoas tem ótimas ideias, mas nem todas tem uma empresa.

Por isso é importante ter autocrítica e aceitar a opinião dos outros, que muitas vezes pode ser essencial.


Além disso, valide sua ideia, ou seja, pesquisar se realmente existe uma demanda real, se as pessoas estão dispostas a pagar pelo que você está oferecendo.

Mas cuidado para não perder o foco e tentar abraçar o mundo no que você quer entregar. Tem mais de uma ideia? Foque na que mais faz sentido para você.



Exemplos de Startups


Paypal

Uma startup deve trazer um modelo de negócios dinâmico e o empreendedor deve estar sempre sujeito à adaptações. Esse é o caso da PayPal. Bem no início de sua trajetória, a empresa pretendia fornecer uma espécie de carteira digital para dispositivos portáteis. Só que os consumidores começaram a usar o serviço como forma de transferir dinheiro em negociações do eBay.

Apesar de não ser a ideia inicial do projeto, eles souberam se adaptar aos sinais da demanda. Mudaram o foco e apostaram na demanda dos usuários. O negócio deu mais do que certo e e hoje o PayPal é a maior empresa de transferência de dinheiro na internet.


Uber

Outro exemplo famoso de modelo de negócio inovador é o Uber, que descentralizou o serviço de motorista particular. A startup pôs fim à dúvida de achar um taxi (acenando na rua!) para a certeza de que em poucos minutos um carro chegará com um clique no celular. Além de solucionar essa dor, o serviço encontrou uma forma lucrativa, escalável e de baixo custo para operar. No caso, a startup alcançou sucesso mundial com uma frota de milhões de motoristas sem ter que comprar um carro sequer, só cobrando uma porcentagem sobre as viagens de motoristas comuns!


E aí?! Tem mais dúvidas sobre o assunto?


Entre em contato com a Caixa Amarela e te auxiliamos com sua ideia : )


#caixamarela #blog #conteconosco #agenteélegal

10 visualizações

© 2020 por Caixa Amarela.